20.9.17

de ♥ [quase] perfeita ♥ cantinho de leitura


Este ano, mais ainda que o ano passado, na escola da L. estão a insistir bastante com a leitura. Eu acho bem mas também acho que a leitura deve ser um prazer e não algo impingido porque quanto mais se força mais vontade dá de não se fazer. Dizia a professora que os miúdos tinham de ler todos os dias porém, se a L. ainda não lê sozinha e acha um tanto chato e demorado juntar letra a letra num esforço cansativo para uma cabeça relaxada, quanto mais para uma cabeça cansada de fim do dia. Eu questionei como é que queriam que eu obrigasse uma criança cansada a ler quando na minha opinião a leitura não deve ser uma obrigação e sim um prazer. A resposta veio muito de encontro aquilo que eu já imaginava e conclui que nada do que os professores ingleses dizem deve ser levado inteiramente à letra. O melhor é seguir o próprio instinto.

Se os livros fizerem parte de todas as etapas da nossa vida, se fizerem parte do quotidiano familiar, das prateleiras de casa, das prendas de anos e de Natal, se as idas às livrarias forem comuns, se as visitas às bibliotecas forem periódicas, mais cedo ou mais tarde o gosto pela leitura aparece e não apenas o gosto pelo consumo de livros, numa leitura febril de quantidade sem qualquer entendimento do conteúdo lido.
Para estimular o interesse tanto da L. como da C. para os livros decidi criar um canto da leitura na sala de estar, mesmo elas já tendo um no quarto delas. 
 

Há algum tempo que ando a evitar brinquedos na sala, se querem brincar brincam no quarto delas, a única coisa que podem trazer para baixo é um ou outro livro. Desta vez decidi ir mais longe e criar mesmo este canto da leitura que adoraram e não o largam, eu própria tento lá passar um bocadinho do meu dia a ler-lhes e a questioná-las sobre as estórias.

O canto que criei não teve grande investimento, coloquei um candeeiro que já tinha e estava a ser subaproveitado, duas almofadas que também já tinha no chão, plantas que dão sempre um ambiente acolhedor e um cesto para colocar os livros, a única coisa que adquiri propositadamente foram as duas almofadas para as costas. Na verdade um espaço para as crianças lerem não precisa ter muito mais que boa iluminação, se acolhedor, divertido e prático. No entanto, na minha pequena pesquisa em busca de inspiração para o nosso cantinho, encontrei espaços que farão qualquer criança sonhar. Deixo aqui alguns que talvez te inspire também a fazer um cantinho da leitura.
 


 
  
 

19.9.17

quinta-feira em Londres ♥



É já esta quinta-feira que a [im]perfect vai estar representada no London Sketchbook Festival em Londres numa pop-up shop cheia de peças de autor. Oportunidade perfeita para começar as compras de Natal sem stress e prendas feias de última hora.

Decorre de 21 a 30 de Setembro na The Archivist's Gallery - Unit V, Reliance Wharf, 2-10 Hertford Road, N1 5ET - em Londres e vai ter algumas peças [im]perfect disponíveis para comprar além de muitos outros artistas cheios de talento. Quem estiver por perto, não perca. ♥

Consulta o programa aqui do festival aqui

imagem: Chris Dorley-Brown from “The Corners” project.

18.9.17

monday mood

Não abraces a vida que tens, escolhe antes a vida que te abraça. Observa o que te faz sorrir. Luta pelo que te enche o coração. Rodeia-te pelos que te inspiram. Não faças o que já está feito, cria. Aprende quando não sabes. Ensina quando souberes. Ninguém nasce com o destino traçado, aprende a desenhar o teu ♥